sábado, 26 de março de 2011

Histórias por ontar pag. 8

10 comentários:

  1. Parabéns! Sempre com qualidade...
    Abçs*

    ResponderExcluir
  2. Cá estou apreciando esta belezura, Berzé! Abração. paz e bem.

    ResponderExcluir
  3. Tento manter a qualidade Franck, até pra continuar recebendo visitas de quem escreve textos tão elaborados como os seus.
    Abração!
    Berzé

    ResponderExcluir
  4. Ah trem doido! Tudo q quero são seus pitecos.
    Abração, Cacá!

    ResponderExcluir
  5. Mestre Berzé
    Fico maravilhado com teu traço, teus cortes de cena e os angulos que vc utiliza. Tecnica, qualidade e bom gosto...Berzé!
    Parabéns, meu amigo.

    ResponderExcluir
  6. Olha só,
    Vou dormir bem feliz. Meu amigo Elcio, q é do ramo, me elogia, e com observações muito legais.
    Obrigadão, amigo!
    Berzé

    ResponderExcluir
  7. Berzé

    Adorei esse cantinho.
    Que traço bonito. Obra de arte.

    Seguindo sua história e a amando suas caricaturas.
    bjs

    Rossana

    ResponderExcluir
  8. Apareça sempre Rossna.
    Bjs.
    Berzé

    ResponderExcluir
  9. Oi pai!

    Genial a história!

    Esse francês aí é genérico ou é especificamente algum daqueles naturalistas que ficavam aqui na nossa terrinha ilustrando as coisas "exóticas" que não existiam na Europa mais, tipo passarinhos, índios e escravidão? Ele fazia parte da missão artística francesa?

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  10. Oi Chico,
    Beijão!
    Ele, o frances, até pra me dar mais liberdade, é genérico. Ele curte o exotismo, quer vender pra Europa esse nosso exotismo, mas, seguramente vai ser um "fracassado", melhor dizendo, um desconecido. Não sei ainda, mas é um sério candidato a ter histórias que não vão ser contadas.Vai ser engolido pela História oficial.
    Isso dá panp pra manga.
    Beijão!
    Seu pai.

    Chico, sem querer apaguei os "blogues amigos"O q eu faço para criar de novo?

    ResponderExcluir